A linguagem cinematográfica falando sobre a musical. Uma arte retrata a outra. Assim será na mostra Cine MPB – uma retrospectiva de documentários que abordam artistas e períodos musicais diversos da música brasileira, que poderá ser conferida entre 4 e 15 de janeiro de 2012, no Centro Cultural Banco do Brasil, com ingressos a R$ 4. Veja a programação completa Entre os 17 títulos selecionados estão vencedores do prêmio do público de diversos festivais. É o caso de “Fabricando Tom Zé” (de Décio de Mattos Jr.) e “Loki – Arnaldo Baptista” (de Paulo Henrique Fontenelle), ambos eleitos pelas audiências do Festival do Rio e da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo. Outros eleitos pelo público são “Filhos de João – O Admirável Mundo Novo Baiano” (de Henrique Dantas), nos festivais de Brasília, Curta-SE (Sergipe) e In-Edit Brasil; “Simonal – Ninguém Sabe o Duro Que Dei” (de Micael Langer, Claudio Manoel e Calvito Leal), no Festival de Paulínia; e “Samba Riachão” (de Jorge Alfredo), no Festival de Brasília. A programação destaca obras voltadas a grandes nomes da história da música brasileira, como “Cartola” (de Hilton Lacerda e Lírio Ferreira), vencedor do prêmio de melhor trilha sonora do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro 2008; “Elza” (de Izabel Jaguaribe Ernesto Baldan), sobre a cantora Elza Soares; e “Vinícius” (de Miguel Faria Jr.), sobre o poeta e compositor Vinícius de Moraes, grande sucesso nas salas brasileiras de cinema. Movimentos musicais também estão presentes, em produções como “Botinada! A Origem do Punk no Brasil” (de Gastão Moreira), com Inocentes e Ratos do Porão, “Rock Brasília” (de Vladimir Carvalho), com Legião Urbana e Capital Inicial, e “Fala Tu” (de Guilherme Coelho), em que três personagens sonham em viver do rap e do hip hop. A programação traz ainda trabalhos sobre os artistas inovadores Itamar Assumpção, em “Daquele Instante em Diante” (de Rogerio Velloso), e Jards Macalé, que protagoniza “Jards Macalé – Um Morcego na Porta Principal” (de Marco Abujamra). Completam o cardápio “Titãs, A Vida Até Parece Uma Festa” (de Branco Mello e Oscar Rodrigues Alves, vencedor do prêmio de melhor documentário musical no Vídeo Music Brasil), “Paulinho da Viola – Meu Tempo É Hoje” (de Izabel Jaguaribe), que conta com participações de Marina Lima, Zeca Pagodinho e Marisa Monte; “O Milagre de Santa Luzia” (de Sergio Roizenblit), conduzido pelo sanfoneiro Dominguinhos; e “Gretchen – Filme Estrada” (de Eliane Brum Paschoal Samora). O Catraca Livre indica três documentários que estão na programação da mostra, confira nas abas abaixo: Filho de João - O Admirável Mundo Novo Baiano Filhos de João – O Admirável Mundo Novo Baiano (Brasil, 20o9, 75′, dir. Henrique Dantas, Livre) Em meio ao nascer da Tropicália – período contracultural brasileiro – o grupo Novos Baianos misturou rock’n roll e samba e instituiu ali uma nova forma de construir música e ainda mais, uma nova forma de coletividade regada a guitarra, violões e futebol. Integrantes do grupo e outros personagens que acompanhavam aquele cenário crescer como Tom Zé ajudam a construir a narrativa do documentário. Clique aqui para assistir o vídeo inserido. Rock Brasília - Era de Ouro Rock Brasília – Era de Ouro (Brasil, 2011, 111′, dir. Vladmir Carvalho, classificação indicativa: 12 anos) O rock serviu como plataforma política na capital federal, e ícones que protagonizaram este cenário com seus grupos musicais como Dinho Ouro Preto (Capital Inicial), Dado Villa-Lobos (Legião Urbana) e Philippe Seabra (Plebe Rude) contam neste documentário como suas músicas estimularam uma nova geração. Clique aqui para assistir o vídeo inserido. Cartola - Música para os Olhos Cartola – Música para os Olhos (Brasil, 2006, 85′, dir. Lírio Ferreira e Hilton Lacerda, Livre) O documentário traz a história de Angenor de Oliveira – conhecido popularmente como Cartola – um dos maiores expoentes da música brasileira dos últimos tempos. Sua vida é narrada pelos que participaram de sua mocidade, além de registros históricos do sambista mangueirense. Clique aqui para assistir o vídeo inserido.

O Que:Retrospectiva de documentários musicais brasileiros
Quando:
  • de 4 a 15/01
    • Quartas, Quintas, Sextas, Sábados e Domingos das 14:00 às 21:00
Quanto:R$4*
Obs:*R$ 2As sessões do documentário Daquele Instante em Diante são gratuitas
As informações acima são de responsabilidade do estabelecimento e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.